top of page

assunto: artistas

coleção: josé eduardo ferreira santos

Crónicas de Armando Oliveira serão lançadas em livro

Correio, 30.04.2006

Diversidade na TV: Programa inspirado em shows de calouros leva ao ar talentos da periferia com episódios inéditos até maio

Muito, 19.04.2020

sobre.

O Acervo da Laje tem sua origem na pesquisa sobre artistas invisíveis, construída pelo pesquisador José Eduardo Ferreira Santos junto ao fotótgrafo Marco Iluminatti, com o apoio de Vilma Soares Ferreira Santos. Esta pesquisa iniciada em 2010 se mostrou urgente, tenso sido iniciada logo após o pesquisador José Eduardo ter finalizado suas pesquisas sobre a violência no Subúrbio Ferroviário de Salvador. Estes estudos feitos de maneira independente e sem financiamento receberam o título "A Invisibilidade dos Trabalhadores da Beleza: Os Artistas do SFS", assim chamada pela percepção de que existe uma invisibilidade que se dá pela separação entre a cidade de Salvador e seu Subúrbio. Deste então, o Acervo da Laje vem, há anos, atuando na valorização, salvaguarda e difusão do trabalho dessas pessoas.

Texto: José Eduardo Ferreira Santos em seu artigo "Artistas Invisíveis da Periferia de Salvador".

bottom of page